sexta-feira, 1 de julho de 2011

Nem se eu bebesse todo o mar, encheria o que eu tenho de fundo.

“Eu gostaria de lhe agradecer pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou. Pela sua  capacidade de me olhar devagar, já que nessa vida muita gente já me olhou depressa demais.”
Pe. Fábio de Melo

8 comentários:

Daniela disse...

Que lindo !
e se alguém enchergar você realmente no seu profundo , é a sensibilidade que transparece a calma de enchergar o outro .

Beijos , sorrisos e abraços :)

Claire disse...

Muito lindo.Um olhar atraves de quem se é.Enxergar,com a alma um outro ser,traz a visão do compartilhar,ama,entregar.Isso faz uma diferença tão gigante a que se deixou ver.
Um grande beijo!

Kal Cavalcante disse...

Faço o máximo de esforço possível para olhar cada um devagar, e sei que faço isso porque espero que, um dia, alguém pare e me olhe devagar também.

Um quotidiano a 1001 cores disse...

essa frase é do famoso escritor português, José Saramago! :)

Um quotidiano a 1001 cores disse...

eu deixo o tempo brincar com a minha vida para depois me surpreender e isso tem acontecido :)

Um quotidiano a 1001 cores disse...

sem duvida que é escrever que me faço acreditar mais nos meus sonhos, mesmo que sejam concretizáveis ou não, a escrita dá-me mais apetite e dá mais magia "à coisa" :)

Natália Rocha disse...

Tão lindo, Rô!

Ver além das superficialidades, olhar com a alma.

beeijo, minha flor!


Obrigada pelos desejos de melhoras, voltei ^.^

Ótima semana pra você.

Biiiii *-* disse...

Muito lindo, só quem encherga com os olhos da alma consegue ver a verdadeira essencia das pessoas. =]